UZI magazine
 Disco da semana  Filme da semana  Agenda cultural  Roteiro
 »Early  »Wanda  »Quintas de Leitura  »Sacramento Bar
i
ndex
   
m
úsica
  notícias
  comentários
  uzi_chart
  fib 2004
   
c
inema
  notícias
  comentários
  ante-estreia
  cine cartaz
   
d
iscurso directo
   
a
genda cultural
   
o
olho de Dalí
   
v
iva las vegas
   
u
zine
  manifesto
  galeria
  links
  ficha técnica
   
 
 
 
index » disco da semana
 
Seek
 
Seek
 
PROCURA!
Os Beanfield voltaram em grande. São os criadores de temas como “Seasons”, “Human Patterns”, “Enchantig Signs” e autores de inúmeras remisturas quer para pessoal da casa, a Compost dirigida por Michael Reinboth, quer para forasteiros. Aliás, é essa a sua faceta mais conhecida: a de remisturadores.

“Seek” é o nome do disco. Os senhores são dois: Jan Krause e Michael Mettke. Desta vez, juntam-se as vozes de Ernesto (um repetente, que já vem de “Seasons”, Bajka( em “Tides”, o primeiro avanço em formato 12 ‘’), Marzenka e um ou outro colaborador instrumental, numa filosofia já habitual neste meio da dança. Refira-se que isto é quase uma novidade, em relação ao trabalho da dupla.

E como é “Seek”? É um belo e fresco disco. Posso já dizer que passou nos testes auditivos de Andy Smith (Portishead), Gerd, Maurice Fulton, Laurent Garnier, Joseph Malik, entre outros. É ecléctico sob as formas de soul, breakbeat, electro-jazz futurista. Os instrumentos orgânicos entendem-se perfeitamente com a linguagem digital e electrónica, sendo o resultado uma boa combinação de canções e instrumentais.

“Seek” é a continuação da exploração numa estrada que os Beanfield iniciaram à data da edição do último trabalho, “Human Patterns”. É o resultado das vivências e experiências que acompanham músicos da sua geração, se quisermos. Desde essa edição, com a saída de Tobi Meggle, a agora dupla de artistas tentou recriar outros géneros, tendo sempre o “groove”como missão (alguém se lembra de uns Cool Hipnoise?..)

As 11 faixas do álbum estão cheias de detalhes, de arranjos refinados e batidas complexas. Desde “Chosen”, tema inaugural, passando por “Tides” e o belíssimo jazzybeat “Close to you”, vocalizado pelo sueco Ernesto, encontramos uma organicidade que só é possível sem o recurso a samples, já que é inteiramente tocado ao vivo. Uma faceta do disco que poderá, e isso é a melhor parte, ser apresentada tal como em disco, com uma componente “live” muito importante. Isto é que é exigência!...
Nota-se que a aventura de Mettke e Krause deu bons frutos. São canções ligeiras, é uma boa peça para ouvir no aconchego do tapete da sala, numa viagem cinemática. Produz sensações. Ouça-se “Welcome”, com Marzenka na voz. Um belo passeio, por exemplo.

Este trabalho é imperdível. Também deve ser ouvido e visto à luz natural da casa em que vive, a Compost, um grande laboratório de onde têm saído belas experiências. Recomenda-se vivamente uma visita ao site oficial. E os Beanfield passam por Portugal num futuro próximo, isso já se sabe…(Pinto)
 «
 
Título Seek
Artista Beanfield
Editora Compost
Ano 2004
 

 


 

 
arquivo
This Is Not a Test - 2004-05-19
Seek - 2004-05-09
Enter The... Spektrum - 2004-05-02
Eclesiastes 1:11 - 2004-04-25
Skalpel - 2004-04-18
Back To Mine - 2004-04-11
electroclash vol. 2 - 2004-04-04
Grey Album - 2004-03-28
The Moldy Peaches - 2004-03-18

© UZI magazine 2004
2017-10-20
alojamento: RealFastMedia.com